Livro do Dia


Sete histórias sobre a efeméride que se assinala na próxima terça-feira, 5 de Outubro: os cem anos da implantação da República. Com originalidade, Margarida Fonseca Santos dá voz aos protagonistas do momento histórico de 1910. Em narrativas contadas na primeira pessoa, os jovens leitores vão ficar a conhecer o Mapa Cor-de-Rosa (que pretendia “unir Angola a Moçambique, fazendo nossas as terras que iam de uma à outra”), a Bala (“vi-me em frente ao cano, apontado ao corpo daquele homem que, tendo pensado que a revolução fora um fracasso, decidira que a sua vida já não tinha significado”), a Bandeira Branca, a Coroa Real, o Navio de Guerra, o Iate Real Dona Amélia, a Varanda (“tenho um enorme orgulho em ser a varanda mais importante da Câmara Municipal de Lisboa!”). As ilustrações e design de Inês do Carmo estão igualmente de parabéns, embora a capa possa afastar alguns leitores mais crescidos. Os que não gostam de bandeiras.

Sem comentários: